quarta-feira, abril 19, 2006

A Triste História dos cãezinhos que não tem um lar!


"É triste, porém real e muito chocante! Sou um cãozinho................. Vivo nas ruas, perambulando sem rumo, sem futuro, com muitas incertezas. Nas noites de frio passo de baixo das pontes sem uma cobertinha e sem um carinho, ninguém me adota por ser de rua, mas que culpa tenho se a minha unica casa é a rua. Os mendingos tem os direitos humanos com eles, mas e nós que direitos temos? Meus dias são cruéis, estarei mentindo se por algum momento revelar que sou feliz. Choro por ser um cão abandonado, por não ter uma familia, por não ter um pouco de comida. Vivo meus dias sem futuro, sem um amanhã, sem um pingo de esperança."
Este relato é de um cão de rua, que falou comigo! Nem tudo esta perdido, existem algumas almas que escutam os animais, existem verdadeiros seres humanos que se sensibilizam com os fracos e oprimidos. Que bom se o mundo adotasse os filhos que não tem pais e os cães que não tem um lar. Neste inverno, frio como o gelo e quente só o cachorro-quente, peço para vcs que leem esta mensagem apenas uma coisa: "Adotem um cãozinho de rua!" Se seu coração é terno e quente, não deixe de fazer um amigo peludo!
Eu, Roger D'Oliveira, agradeço desde já!